Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresentam:
Logotipo
Imagem Diversidade Imagem Diversidade xs
Festival de Folclore Notícias
15/07/2018

Festival Internacional de Folclore traz emoção ao palco da diversidade

Espetáculo “A Travessia: Memórias de uma Odisseia” encantou o público em Nova Petrópolis

COMPARTILHAR GALERIA

FOTOS: Margarida Neumann

Nova Petrópolis é reduto cultural de diversas partes do mundo, todas unidas em uma grande festa de integração até 29 de julho. O Festival Internacional de Folclore reúne a diversidade que une povos, consagrando as diferenças que tornam todos iguais. O primeiro fim de semana do maior evento cultural da Serra Gaúcha trouxe emoção, história, cores, ritmos e costumes, emocionando o público que lotou a Rua Coberta e Praça das Flores.

O espetáculo “A Travessia: Memórias de uma Odisseia”, protagonizado pelos integrantes da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis e CTG  Pousada da Serra, estreou no palco da diversidade neste domingo, 15 de julho, e surpreendeu pela produção. Forte e emocionante, teve música ao vivo, canto, dança, teatro e documentário, narrando os desafios dos primeiros imigrantes por meio das palavras de grandes memorialistas. O relato de Antônio Sidekun, Vitor Gans, Ovídio Hillebrand, Cláudio Weber, Eugênio Spier, Gessy Deppe, Mário Konzen e Renato Urbano Seibt (im memorian) conduziu o público à penosa travessia daqueles que embarcaram com destino ao Brasil. Por preservar, ensinar e compartilhar seus conhecimentos tão fundamentais para manter viva a memória de Nova Petrópolis, os memorialistas foram homenageados pela comissão organizadora do 46º Festival Internacional de Folclore.

“A Travessia: Memórias de uma Odisseia” lembrou daqueles que nunca chegaram, milhares de emigrantes sepultados nas ondas do oceano. E, com a magia que o folclore proporciona, fez ressuscitar os náufragos, conduzindo-os a uma nova chance de completarem sua jornada. Ao final do espetáculo, entre lágrimas e encantamento, o público não poupou aplausos, descobrindo que gloriosas vitórias exigem muita coragem e que grandes sacrifícios levam à conquista de lindos sonhos. O espetáculo “A Travessia: Memórias de uma Odisseia” volta ao palco dia 29 de julho, às 19h30min, na Rua Coberta de Nova Petrópolis.

Mensagens de respeito, tolerância e amor também foram elevadas no palco do 46º Festival Internacional de Folclore durante a Celebração da Vida, da Paz e da Diversidade, neste domingo, 15 de julho. Representantes de grupos folclóricos locais e visitantes, unidos pela diferença, rogaram pelo bem durante a reflexão. Os músicos do Grupo Acordes deram o tom ao momento, emocionando o público com canções inspiradoras. Ao final da celebração, simbolizando gratidão e esperança, mudas de plantas foram entregues ao público na intenção de propagar e perpetuar bons sentimentos e ações positivas, plantando a semente da paz no coração de todos.

No sábado, 14 de julho, a Avenida XV de Novembro se transformou em uma linda passarela para a rica diversidade de cores, ritmos e expressões. Espectadores lotaram as ruas e vibraram com a mistura que encheu os olhos e os corações em um desfile repleto de vida e amor ao folclore. Os grupos folclóricos locais retomaram a história dos 160 Anos da Colônia Provincial de Nova Petrópolis e os visitantes demonstraram sua cultura ao longo do trajeto, recebendo os aplausos e o carinho do público.

Ao longo do primeiro fim de semana, grupos folclóricos encheram o palco da diversidade com sua cultura, música e dança. Mais de 15 apresentações folclóricas abrilhantaram o evento neste sábado e domingo, 14 e 15 de julho. Países como Nova Zelândia, Colômbia, Paraguai e Argentina receberam calorosos aplausos da plateia. Grupos folclóricos regionais e locais também brilharam no palco do Festival Internacional de Folclore. Muitos outros, vindos da Áustria, Chile e Uruguai; além dos Estados brasileiros do Pará, Paraíba, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais e Goiás, ainda pisarão no palco da diversidade.

Os grupos folclóricos disputaram os Jogos Germânicos, na modalidade Bolão de Corda, sábado, 14 de julho, no palco da Rua Coberta. Domingo, dia 15, foi a vez da modalidade Debulhar o Milho, na Praça das Flores. Ao longo do evento, ainda serão realizadas as modalidades chopp em metro, rachar lenha e arremesso de chopp.

Durante os 17 dias do Festival Internacional de Folclore ocorre, também, a tradicional Feira de Artesanato, que comercializa artigos e artefatos de 24 expositores de quatro países, além do nacional e local. A feira está aberta diariamente, das 9h às 21h, junto ao evento. A praça de alimentação reúne deliciosas opções de gastronomia típica, lanches e bebidas. Chopp, bradwurst, pão com tiras, crepes e muito mais são vendidos no festival.

Em 2018, 46 grupos folclóricos marcam presença no Festival Internacional de Folclore, que conta com oito grupos folclóricos internacionais, sete nacionais, oito regionais e 23 grupos locais confirmados. Todos se apresentam na Rua Coberta, localizada na Praça das Flores, um dos atrativos mais encantadores da Serra Gaúcha, de forma gratuita.

Nova Petrópolis mostra toda sua força cultural, em harmonia com culturas do mundo todo, em um grande evento de integração. Com o tema “A Diversidade é o que nos Une”, a Cidade Jardim da Serra Gaúcha e Capital Nacional do Cooperativismo recebe mais de 1.500 dançarinos, músicos, artesãos e apreciadores das culturas de todos os povos em 17 dias de intensa programação. A comissão organizadora espera receber mais de 130 mil pessoas ao longo do evento.

O 46º Festival Internacional de Folclore prossegue até 29 de julho de 2018, em Nova Petrópolis, com atrações diárias. O evento é uma realização da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs (AGDFA-NP) e Prefeitura de Nova Petrópolis. O Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis integra o calendário anual da IOV – Organização Internacional de Folclore e Artes Populares.

O evento tem o financiamento do Pró-Cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Ministério da Cultura. Patrocínio de Dakota, Piá, Ave Serra, Sicredi, Coopershoes, Banrisul, Suibom e Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan. Apoio da Associação Rota Romântica, Banco do Brasil, PD Eventos, Edelbrau e Vértice - Licenciamento e Gestão Ambiental.

Mais informações: facebook.com/FestivalInternacionaldeFolclore; www.festivaldefolclore.com.br. Compartilhe momentos de diversidade utilizando #FIFNP2018

 

 

FONTE: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Nova Petrópolis