s 49º Festival de Folclore - Nova Petrópolis/RS - Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis por um mundo melhor
Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresentam:
O mundo é mais colorido com a diversidade

Esperamos por você

14 a 31 de Julho de 2022

Acompanhe as novidades do evento

O mundo é mais colorido com a diversidade

14 a 31 de Julho de 2022

Transmissão via Facebook

na página Festival Internacional de Folclore

Festival de Folclore Notícias
21/07/2022

Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis por um mundo melhor

Projeto Pintando o Mundo Melhor ocorre até 31 de julho e todos podem participar

COMPARTILHAR GALERIA

FOTOS: FOTOS: Mauro Stoffel

 

O Festival Internacional de Folclore 2022 celebra a retomada do evento presencial, enaltece a cooperação e a diversidade em sua 49ª edição. E, também, dá espaço ao projeto “Pintando o Mundo Melhor”, uma iniciativa de um nova-petropolitano que acredita na união através das diferenças, que crê que toda manifestação pacífica, harmônica e gentil, mesmo na diversidade, só faz crescer. E faz o traço virar arte! E faz o bem se espalhar e os diferentes se tornarem iguais. Até 31 de julho, a tela, as tintas e os pincéis do projeto “Pintando o Mundo Melhor” estarão na Rua Coberta e Praça das Flores, durante o Festival Internacional de Folclore. Todos podem participar!

“Consideramos uma grande iniciativa, pois reforça a pluralidade e agrega uma nova manifestação artística e cultural ao nosso evento, cuja principal característica é justamente a diversidade”, declarou o gestor do 49º Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis, Gilnei Mücke.

O projeto “Pintando o Mundo Melhor” foi lançado durante a cerimônia oficial de abertura do 49º Festival Internacional de Folclore. Para marcar o momento, a rainha do Folclore Alemão, Mariana Marcon, e a diretora do Setor de Cultura Alemã do Departamento Municipal de Cultura, Cândida Maldaner, deixaram seus traços na tela.

Antes delas, dona Inga Schuch, folclorista e professora, uma das pioneiras do Festival de Folclore, personalidade de extrema contribuição cultural para a cidade, foi a primeira a pintar a tela por um mundo melhor. E, provando que o legado de 1973 se mantém, o atual presidente da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis, Rafael Haas, também pintou. A pequena Amália Wendling Drechsler, de 2 anos, e sua mãe, Luana, também deram cor à tela. Desde então, centenas de pessoas já contribuíram com a iniciativa.

A inspiração para o projeto no Brasil veio da pintura intitulada “The World Painting - A Pintura do Mundo”, desenhada por cerca de 1.900 pessoas de mais de 193 países, no pavilhão nacional da República do Cazaquistão, na Expo 2020 Dubai. A ação foi toda documentada e entrou para o Livro dos Recordes. A tela finalizada tem cores distintas e brilhantes, refletindo o que torna cada um único à sua maneira. A principal missão do projeto, de acordo com os criadores do Cazaquistão, foi a “restauração da paz e harmonia em todo o mundo”.

Que aqui no Brasil, em Nova Petrópolis, durante o 49º Festival Internacional de Folclore, de maneira mais harmônica e mais pacífica, todos possam pintar o mundo melhor. Participe do Projeto Pintando o Mundo Melhor: pinte, tire sua foto, publique nas redes sociais e marque @pintandoomundomelhor e @festivaldefolclorenp.

O 49º Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis prossegue até 31 de julho, na Rua Coberta. É uma realização da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs e da Prefeitura de Nova Petrópolis. O evento integra o calendário anual da IOV – Organização Internacional de Folclore e Artes Populares e o calendário de eventos oficiais do Rio Grande do Sul. Conta com patrocínio de Sicredi Pioneira, Cooperativa Piá, Dakota, Fortbrain Alimentos, Gula Alimentos, Banrisul, Suibom, Energias da Natureza, Armani Têxtil, Box Print, Cervejaria Edelbrau, Ecosul Energia Solar e Traum Cervejaria. Apoio: Ave Serra, Coopershoes, Esculturas Parque Pedras do Silêncio, RBT Internet, Parque Aldeia do Imigrante e PD Eventos. Financiamento: Pró-Cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Mais informações em www.festivaldefolclore.com.br e @festivaldefolclorenp.

 

 

FONTE: TEXTO: TRIO Comunicação Integrada